Tablets

Tablets

O tablet é um dispositivo muito versátil que está entre um smartphone (com maior nível de funcionalidade) e um portátil (com ecrã tátil, dimensões reduzidas e sem teclado integrado), que pode ser usado tanto para trabalhar quanto para jogar, navegar ou consumir conteúdo. Combine a sua compra com uma capa e teclado ou um Stylus Pen e proteja o seu tablet com um protetor de ecrã.

ordenado por
Marcas
Preço
Memoria Interna
Memória RAM
Tamanho Tablet
Tipo Refurbished

Qual tablet comprar?

Embora na Powerplanetonline tenhamos um sistema fácil de filtrar por preço, marca, capacidade da bateria, tipo de conexão de rede, megapixels da câmara, processador, RAM, tamanho e tipo de ecrã, é possível que ainda não saiba qual tablet escolher. Então, neste momento é importante pararmos para pensar no uso que vamos dar ao nosso tablet e quanto queremos gastar.

É claro que os dispositivos disponíveis diferem principalmente em termos de desempenho: enquanto os tablets baratos de gama de entrada estão feitos para aplicações simples de informática e multimédia, os dispositivos de gama alta também permitem aplicações gráficas complexas.

Sistemas operacionais

Sobre a funcionalidade, não afeta se um tablet é Google Android, Apple iOS ou Microsoft Windows, embora seja importante conhecer o sistema operacional que usa em termos de compatibilidade com outros dispositivos que temos. Aqui estão os três sistemas operacionais de tablet mais populares e as suas características especiais:

  • Android: é o sistema operacional mais utilizado, pois oferece maiores possibilidades de personalização. A maioria das marcas adiciona as suas próprias funções ou interfaces e é compatível com vários dispositivos, além do seu preço ser geralmente muito inferior ao de um iOS e existe uma grande oferta de tablets Android com todo o tipo de funções e preços. A sua principal desvantagem é que as muitas opções que oferecem podem sobrecarregar os usuários mais inexperientes, e as atualizações do sistema operacional dependem diretamente do fabricante. Alguns dos tablets Android mais procurados atualmente são o Xiaomi Pad, caracterizado pela sua incrível relação qualidade-preço.
  • iOS: é o sistema operacional do iPad com muito boa integração e otimiza ao máximo o desempenho do tablet. Possui um amplo catálogo de aplicações e uma interface confortável e intuitiva. A desvantagem é que terá que usar o iTunes para ouvir ou executar conteúdo local, além de não ser totalmente compatível com alguns dispositivos que não sejam Apple. No entanto, se já tem um Mac ou um iPhone, é a opção mais recomendada.
  • Windows: geralmente é o sistema operacional instalado em tablets de alto desempenho, fornecendo assim uma poderosa alternativa aos portáteis, porque os mesmos programas podem ser instalados como num PC. A parte negativa é que, ao ser mais poderoso que outros tablets, a duração da bateria costuma ser bem menor.

Processador e memória RAM

Outro parâmetro que deve levar em conta na hora de escolher um tablet é o processador equipado, que é o “cérebro” do aparelho e um elemento fundamental no seu desempenho. Começamos a verificar a sua frequência máxima de clock e o número de núcleos que integra: o ideal é que tenha 8 núcleos ou mais, embora para um uso mais básico possamos comprar um tablet quad-core ou até menos.

No entanto, processadores com quatro ou oito núcleos não serão automaticamente rápidos: o desempenho real resulta da interação entre o processador e o sistema operacional, como explicámos na seção anterior.

E, claro, a quantidade da memória RAM também é um fator importante. Por exemplo, para um uso básico, poderíamos ter suficiente 3 GB ou menos, mas é recomendável que tenha 6 GB ou mais se pretendemos usar aplicações que pesam muito ou teremos várias aplicações abertas ao mesmo tempo.

Capacidade de armazenamento

Além disso, outra coisa a levar em mente ao comprar um novo tablet é a sua capacidade de armazenamento. Se for comprar um dispositivo para um uso básico, o ideal é que tenha pelo menos 16 GB ou 32 GB, levando em conta também que parte desta memória será ocupada pelo sistema operacional e que certamente será um pouco mais curta. Veja se integra um slot micro SD, pois assim poderá guardar todas as suas imagens e ficheiros e deixar a memória do tablet livre para aplicações. Para telemóveis de gama média e alta, é recomendável que tenha uma memória de 128 GB ou superior.

Ecrã

O ecrã é outro elemento que devemos prestar muita atenção, começando pelo seu tamanho. Os mais comuns atualmente são tablets com diagonal entre 7 e 12 polegadas, além de uma proporção de 16:9, podendo ver filmes sem ver margens pretas. No entanto, alguns fabricantes (como a Apple) optam pelo formato 4:3, que oferece uma comprimento do ecrã maior.

E lembre-se: quanto maior seja o ecrã, maior deve ser a sua resolução, sendo o normal HD (1280 x 720 pixels) para a gama media e o Full HD+ (1920 x 1200 pixels) para a alta. Embora seja mais importante que observe a densidade de pixels (ppi). Recomenda-se que seja pelo menos 359 pixels por polegada.

Outro ponto a ser observado é o tipo de painel. O mais comum entre as gamas baixa e média é o LCD, enquanto os topos de gama costumam equipar ecrãs com tecnologia AMOLED. Estes modelos utilizam materiais orgânicos que emitem luz quando a eletricidade é aplicada, permitindo, desta forma, exibir imagens muito mais brilhantes, nítidas e eficientes do que outros tipos de ecrãs.

Duração da bateria

As diferenças de preço entre alguns tablets e outros serão marcadas principalmente pela duração da bateria. Desta maneira, enquanto os tablets baratos duram apenas algumas horas, os dispositivos de alta qualidade ganham pontos com uma duração de bateria de dez horas ou mais. O tempo de execução depende, não só dos requisitos técnicos, mas também do tipo de utilização. Ou seja, vídeos e jogos consomem mais capacidade de bateria do que aplicações de texto, por exemplo.

Desta maneira, se é um usuário exigente em termos de jogos, chamadas, séries e redes sociais, a autonomia é um ponto importante a levar em conta, mas mais do que em termos de miliamperes-horas frios, prestando atenção à duração real através de experiências de uso. E é que, de vital importância para prolongar a autonomia também são os principais componentes do terminal, como o processador e o ecrã, que estão a ser cada vez mais construídos para serem mais eficientes.

Conectividade e portas

A seção de conectividade do seu tablet também é super importante, pois vai designar o nível em que pode expandir a funcionalidade do dispositivo. Por exemplo, a tecnologia Bluetooth permitirá conectar auriculares sem fio ou um teclado Bluetooth que quase o transformará num portátil, por exemplo. Enquanto as portas USB e HDMI serão usadas para conectar o seu tablet a outros dispositivos, como memórias externas ou ecrãs.

Claro, todos os modelos têm Wi-Fi, mas se precisar continuar a ter acesso à Internet quando for de um sitio para outro, certifique-se de que também inclua conexão LTE.

Outras características importantes

Embora os tablets não sejam principalmente para tirar fotos, geralmente todos incluem uma câmara frontal e traseira, sendo a frontal especialmente importante para fazer vídeochamadas.

Além disso, se for usar o seu tablet para desfrutar de conteúdo multimédia e jogos, certifique-se de que tenha pelo menos 2 altifalantes estéreo. Alguns tablets de gama alta integram 4 altifalantes e até suportam Dolby Atmos, para oferecer uma experiência de som mais nítida e imersa.

Minha compra
0 Produtos
Seu carrinho está vazio
Total
0,00
Pagar